vegetarianismo-o-que-e

Vegetarianismo o que é?

Cada vez mais estudos demonstram que os alimentos de origem vegetal promovem mais qualidade de vida, em quantidades adequadas podem sim suprir todas as nossas necessidades.

O teor de nutrientes encontrados em vegetais é diferente dos alimentos de origem animal mas em um plano alimentar calculado e equilibrado é possível reunir tudo que nosso organismo necessita com mais cor e sabor, além de muitos benefícios para a saúde.

AS DIFERENTES FORMAS DE VEGETARIANISMO

OVOLACTOVEGETARIANO – Não consomem nenhum tipo de carne, mas utilizam ovos e laticínios;


OVOVEGETARIANO – Não consomem nenhum tipo de carne nem laticínios, mas utilizam ovos;


LACTOVEGETARIANO – Não consomem nenhum tipo de carne, nem ovos, mas utilizam laticínios;


VEGETARIANO – Não consomem nenhum tipo de carne, ovos, mel, laticínios e produtos que incluam derivados animais entre os ingredientes como gelatina, albumina, proteínas do leite, alguns corantes e espessantes.
Vale lembrar que quem consome peixes, frutos do mar entre outros não é considerado vegetariano.

O QUE O VEGETARIANO DEVE COMER

Cereais (arroz, milho, aveia, quinua, amaranto); Leguminosas(feijões, grão de bico, soja, tofu, ervilhas, lentilhas); Oleaginosas (nozes, castanhas e sementes), Amiláceos ( inhame, batata, cará, mandioca, batata doce entre outros) legumes, verduras e frutas.

Todos os nutrientes podem ser supridos com uma alimentação bem planejada, somente a vitamina B12 pode estar em quantidades inadequadas em vegetarianos estritos e nesse caso precisa ser suplementada por médico e/ou nutricionista.


A questão da proteína gera muita confusão, mas vale ressaltar que proteínas também são encontradas em abundância em vegetais, cereais e leguminosas.

Hoje em dia se tornou muito comum encontrar pessoas que escolham o vegetarianismos como alimentação, por questões ecológicas, religiosas, filosóficas ou somente por acharem uma opção mais saudável, mas ainda não há evidências de que essa opção faça com que vegetarianos tenham uma sobrevida maior do que pessoas que consomem carne.

Entretanto, não há duvidas que esse grupo desfruta de algumas vantagens, como níveis de colesterol mais baixos, redução de riscos para ateroscleroses, doenças do coração e derrame cerebral.

Mas caso essa não seja a sua opção, que tal experimentar tirar a carne de apenas um dia da sua semana ? Atualmente temos a campanha da Sociedade Vegetariana Brasileira, conhecida como Segunda Sem Carne.

Um movimento que propõe  conscientizar as pessoas sobre os impactos e uso de alimentos de origem animal. Lembrando que aos fim de semanas o consumo de carne do brasileiro é maior,  então escolher a segunda-feira para uma alimentação mais leve é uma ótima ideia.

Nós apoiamos essa ação, e caso alguém se interesse que tal começar na próxima segunda? Temos algumas opções de marmitas que podem te ajudar a participar dessa iniciativa de maneira gostosa, deixando seu início de semana mais leve e feliz.


Se gostou, conheça os demais textos!

Luciana Ragazzon Crn3 27295
Nutricionista especializada em Nutrição Esportiva, pós graduada em Nutrição Clínica Pediátrica.
Responsável pelo acompanhamento nutricional da Tal da Marmita
Inspirada em ensinar pessoas a fazer boas escolhas alimentares que as deixem felizes e satisfeitas.